tem dias,
 que a poesia
não enxerga o verão
lá fora,
se debulha toda
da alma ate a palma,

e,
 o que sai na tela
são palavras respingadas
molhadas sussuradas,
de uma dor sentida
parece outono
no coração..
.

Comentários

Postagens mais visitadas