quarta-feira, 31 de março de 2010

terça-feira, 30 de março de 2010

segunda-feira, 29 de março de 2010

Netuno


Homem
deus
pessoa,
ve esta lua linda?
onde quer que voce esteja
estamos os dois
refletidos no espelho
dela.

sábado, 27 de março de 2010

o blues me invadiu

Preciso de

um litro de vodka pura

dois ou tres cds de blues


uma noite ao luar,

para te contar

do meu ano passado.

abre espaço para meus fantasmas

cada gole um risada um olhar


um amor.


senta para ouvir o meu passado,

não te assusta

o vento vai soprar


trazendo o perfume


que atravessa o tempo
,

balança o cabelo
e

rasga a alma


como um blues.

terça-feira, 23 de março de 2010

Conversa entre seixo e rio


obrigada por deixar minha inspiração
desaguar sobre a tua história
é linda.
... eu sou o teu leito
aquele que teu rio corre
... meu rio,
um rio nao pára
ele corre,
leva junto
tudo que a margem oferece,
vai chorando
mas vai.

domingo, 21 de março de 2010

Os acordes são estrelas madrugada adentro,
a lua serve os copos
o mar limpa o chão,
a melodia segura a porta
para desespero da ilusão...

Um fim sem fim...

Quando os murmúrios dos teus lamentos
encostam nos meus ouvidos
pedindo abraço conforto...

Quando as tuas dores imensas
daquele amor dourado
te sufoca e precisas abrir tuas comportas...
quando teu desejo grita, pedindo
pelo corpo, boca ,olhos... dela.

Eu sou tua amiga.
sufoco as lacerações
das tuas lembranças
dela, em mim.

Enquanto acolho
me corto em tiras
arranco minha pele
violento meu sentir.

Sou tua amiga.
Te amar é estar aqui,
chorando em silencio
a dor igual a tua...

Te ouço e tua voz também
faz lembrar outra voz...
Tormentos sem fim.

sábado, 20 de março de 2010

Um deus veio até mim...
despejou cântaros de prazer
sofreu delicadas torturas
foi envolvido em sutis
canduras,
devolveu um poema
apaixonado
na minha nuca respirado
em minha pele inspirado.


terça-feira, 16 de março de 2010

Foto de Nauro Júnior Blog Retratos da Vida - Clic Rbs

Pelotas no primeiro frio,
parece virgem amanhecendo
olhando pela janela,
imaginando cenas
sobre seus lençóis
tanto tempo guardados...

domingo, 14 de março de 2010

sexta-feira, 12 de março de 2010

bateu o olhar
bateu asas
voou de amores...

Dançava,quando descobriu
que era feliz
e voou...
Dobrando uma curva
depois da terceira estrela
me deparo com poeta maluco
palavras doces
fortes braços tatuados
sorriso de marinheiro quando parte
olhar de marujo de todos os portos
na cabeça um lenço
me diz :
posso voltar a ser cigano...


terça-feira, 9 de março de 2010

Leila

Ouvi tua voz e vim correndo... resgatar-te

vem

não te deixes quedar...

teu quilate, meu amor

meu eterno amor

não comporta humilhação...

vem...

vem viver para sempre

no luxuoso aconchego

do meu coração.

(www.cezarlopes.blogspot.com)

"cate-se os teus pedaços
lá no meio perdeu-se
meu melhor caco."
nem casa nem abrigo
o amor dela
queria o lado de fora...
do peito da boca
da vida.

Chapéu subindo a ladeira,
depois o olhar descortina
os ombros o peito
o paletó riscado,
o coração aos pulos
salta janela escorrega pelo jardim
espera no portão...
depois que ele passa,
o ar perdeu os sinos
o céu jogou pingos
a alma chorou...

uma dama finas rendas
suaves tons luvas e laços
perdeu o salto,
quando o olhar encontrou
o cinza da fumaça
a voz de sotaque carregado
cheiro de alfazema.
alcançou a mão
estendeu o desejo
manifestou o amor.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Quase nada,
vagar entre estrelas
sonhar com
deuses ...



http://br.olhares.com/americofn


Se fosse o dia anoitecia...

escurecia,
deixava vir a luz
da mulher Lua
nua crua,
merecida fêmea
de longos torpores,
anoitecia...
naufragava no céu
escuro
perfil desenhado
de prata e sonho...

sexta-feira, 5 de março de 2010

rumores de despedidas...
bater de asas,
ao por do sol
na linha do mar,
sereia e gaivota
acenam pro cais...

quinta-feira, 4 de março de 2010


Para a poesia virar um blues
precisa um toque de nostalgia
uma palavra meio caída e a lembrança de um olhar...

quarta-feira, 3 de março de 2010


...estas canções que as saudades me trazem...
todas elas claras límpidas sem mágoas
músicas do tempo ,
melodias que o vento segue levando adiante ,
no coração fica a lembrança
nos olhos a imagem e dentro
para sempre tudo guardado.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Noite adentro a serenata dos poetas...

estou com
um albergue no telhado
para hospedar passarinhos viajeiros
e poetas noturnos,
com viola debaixo do braço e gaitinha
que sopra musica conforme a poesia desliza
entre as nuvens
e os raios brancos da lua.
conversa entre poetas no telhado:

-Tu viu que ontem eu passei aí perto da tua casa?! Joguei um abraço na caixa de correio!
-Bah, nem vi mesmo.. perah, vou correndo lá pegar!
Tenho um vizinho que me olha de lado, quando saio de madrugada colher raios da lua...
acho que ele já pegou teu abraço embalado.
Saltou pela janela.
Não deu tempo de fazer nada.
No céu arco íris se abriu,
como rede,
para receber
o Amor desiludido!

Nunca fui tão linda, nem tão boa, nem tão eu.  Mais facilmente me balanço na teia da aranha, vejo flores de outras cores. Passarin...