quarta-feira, 28 de dezembro de 2011




             pintura de Hamish Blakely



Quando pinga estrela no meu olho

saliva mares na minha língua...

sábado, 24 de dezembro de 2011

Tem alguma coisa estranha
 neste espírito natalino,
andei  pelas ruas sem ver teu rosto
nem sentir teus abraços
e hoje antes que descambe os sons dos sinos
pelo nascimento do menino,
me envia abraços cheios de ternura
votos de felicidades e candura.
Desconheço a manjedoura 
me sinto a virgem parindo em dores
um amor contrafeito
desfeito desmedido esfacelado
e também iluminado,
porque é natal.









Nunca fui tão linda, nem tão boa, nem tão eu.  Mais facilmente me balanço na teia da aranha, vejo flores de outras cores. Passarin...