quarta-feira, 10 de setembro de 2014



 Filosofia das esquinas,

estar ficando bem egoísta

cuidar do q se ouve

filtrar o que se vê,

falar do que faz bem,

deveria ter sido antes,

não importa. É agora.
Sabiás alvissareiros
acordam cantando
entre o nevoeiro,
sacodem minha intimidade
o pijama também salta,
acreditando que chegou
a primavera.

terça-feira, 9 de setembro de 2014



A cabeça cansa e grita,
o olho incha
a boca uiva
o pescoço endurece
e a alma pede calma.
Escreveu no lenço
e amarrou a poesia
no pescoço.



Da série "Diálogos Poéticos", com Leila Silveira

De braço dado com a noite
leva um rosário, bento.
Preces na santa boca
encarnada
e um ventinho, gelado,

sobe pela fresta do fio puxado,
da meia.
Pecado marcado.

Leila Silveira

***********************

Leila

nas tuas mãos
o sagrado e o profano
o corpo e a alma
o mistério do mundo
e os segredos do corpo

em tuas mãos a mistura
e a possibilidade
:
de ser

- Bianca Velloso –

segunda-feira, 8 de setembro de 2014


T  a  n  t  o   v  e  n  t  o
e  s  p  a  l  h  o  u
a  s    l  e  t  r  a  s

Nunca fui tão linda, nem tão boa, nem tão eu.  Mais facilmente me balanço na teia da aranha, vejo flores de outras cores. Passarin...