Sonhava liras em tiras
acordava  em sismas
dias e noites no fim da linha
esfumaçados painéis de vida,
acreditava ter o dom,
tritão nas tardes,
cigarra ágil na  ilusão.

Sorria de lado
supondo ser dono e senhor
cantava Caetano assobiando,
entre nevoeiros e esquinas
roubava pernas e sapatos
em desenhos desfocados,
comeu e lambuzou.
 
Dormia, quando a porta bateu,
chorou na frente do espelho
cada ruga uma risca
cisternas da alma,velha,
não se levantou
morreu no lençol de linho
bordado de florzinhas.

Comentários

  1. I know this website presentѕ quality based posts ɑnd extra data, is there any οther
    web site աhich provіdeѕ thеse kinds of stuff in quality?



    ʟook intօ my web blog Dr Oz Garcinia Cambogia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas