Meu olhar observa e rouba,
nunca sei se grades,
são prisão ou segurança.
Enquanto divago,
o passarinho canta
e a criança, sonha.

Comentários

Postagens mais visitadas