Iluminada como o sol disse ela

E estava mesmo

Deslumbrante bela Radiante

Diamente refletindo luz,

O sorriso um lago cristalino

O olhar de sonho e riso.



Os cabelos numa única onda,

A brejeirice do colo

Transparecendo toda

Malemolencia de menina,

Mulher infanta e senhora.



Dentro do vestido barato

Uma rainha de beleza e

Elegância, fazendo inveja

Às nobres pobres da alta

Burguesia, perdida

Em luxo e mesmices

Como se ainda existissem...

Comentários

Postagens mais visitadas