Tem dias em que parece
que toda poesia é espelho,
de quem escreve de quem le,
como se todas fossem iguais,
dores amores contemplação
admiração tristezas esperanças,
me vejo em outras poesias
sinto todas palavras repetidas,
incessantemente
ofício de poeta?
necessidade premente de ser ouvido(?)
sentido em toda plenitude,
como se eternamente abrissem
janelas e despejassem
palavras cheias de duplo sentido
... sentidos...
para que ouçam para que leiam
seres semelhantes , iguais
no norte no sul
e, ainda acreditamos.
sempre ...

Comentários

Postagens mais visitadas