Dança aérea
trapezio
sem rede de proteção
meu coração
balança,
se joga
quase cai
prende o folego,
vai de novo
nas alturas,
quando desce
vertiginosamente
confia
que teu amor
acolhe.

Comentários

  1. Leila, Leila... Silveira... que converto poéticamente em SILVESTRE, pois que se agiganta espontaneamente... bravia nas letras que nos conduzem aos mais recônditos interiores... inclusive, aos dela... Leila Poesia. Leila grandeza que nos cativa e cultiva mesmo no obscuro... e é cultivada ainda que independa. Bravo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas