Atravessou a rua
sem medo,
molhou os pés na poça
segurou o palavrão,
uma dama  não xinga.
Enquanto anda pelas ruas
tem força,
o calo só dói, quando 
para  em frente a vitrine,
no reflexo, a vadia exige 
a verdade  as vontades 
sem embalagens ...

Comentários

  1. Sublime andar,
    mas se tropeçar,
    xingar vale,
    pois uma dama,
    também chora!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sem queixas ou ais... uma dama tem classe até na dor.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas