E triste a poesia também disfarça,
no céu sem nuvens,
troveja a melancolia,
em linhas descoordenadas
fixa no horizonte,
uma nau dos sonhos,
esta sempre partindo.

Comentários

Postagens mais visitadas