Chove,
no meio do verão tenho vontade que o outono se instale,
coloquei cadeiras confortáveis na varanda, um chá com biscoitos 
e aguardo.

Meus olhos estão cheios do esfuziante amanhecer colorido, 
meu sono quer janelas abertas, sem ar condicionado.

Menos calor e mais aconchego. Almofadas e alguns livros. 

Roupas com meias mangas, mais tecidos vaporosos sem  transparências. 

Perfume de flores.

Vento derrubando folhas, calçadas com som de saltos e decotes com colares.

 Miudezas na maquiagem batom cor de boca, brincos discretos e nenhum suor no pescoço.

No outono a poesia não precisa de lenços, as palavras não grudam e a luz é de fotografia.

O verão é pop star o outono é uma dama .

HU JUNDI

Comentários

Postagens mais visitadas