Creio mesmo estar sonhando
desci até meu abismo
ouvi clarins de lirismo
como nunca aconteceu
é de mais para um plebeu maravilhoso ,
tão profundo
Abriu-se o céu do meu mundo
e uma deusa apareceu
Cabelos longos e loiros
olhos azuis cor do céu
ela é um rosário um tedéu
mãe iemanja das marés
sou teu servo como és
encanto que tudo encerrase a
Venus viesse a terra
não chegaria a teus pés
Teus bustos,
plumas de um cisne
onde repouso extaziado
queria ser teu amado
oh minha doce dileta
estás comigo discreta
como zelando alfarrábios
teus lábios anseiam lábios
beija os meus que são de Poeta.
Cindinho Medeiros.

Comentários

Postagens mais visitadas