acabo de ler um poema banal
bem igual
sem rima sem pontos,
tinha no início uma vontade
no final
uma indagação,
acabou sem começar.

Comentários

  1. Nesta madrugada fria
    Vesti minhas asas e saí
    Por aí
    A procurar nem sei o quê
    Talvez alguém
    Talvez ninguém
    Talvez você

    Pensei que estava livre
    Do teu adeus
    Do meu penar
    Do teu e do meu sofrer
    Por ti fazer chorar

    Da tua vingança
    Quando prometeu
    Com mágoa e esperança
    Que sem você
    Nunca mais seria eu

    MQ

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas