Menino,
Garoto ainda.
Que busca?
Porque busca?
E busca em mim?
Olha para o lado, para trás e para frente,
Olha.
Você garoto
Tem uma luz linda,
Tem
Charme
Está se fazendo homem,
Aos poucos.
Tem um gosto diferente
Gosto de fruta não amadurecida
Tem cheiro da brisa
Tem cor de amanhecer.
Olhar de quem vê o que virá.
Você Garoto
Nem sabe ainda
Que tanta dor anda por aí,
Nem imagina
Quanto caminho
Se caminhou,
Por onde já se andou.
Nem entende
Dos porquês
Porque não pode,
Porque não dá,
Porque ...
Você só quer, sem imaginar
O peso que isso tem.
O profundo sentimento que desperta
E o medo que isso dá.
Quase como uma criança birrenta
Quase como um homem cheio de si
Não importa, não importa, vc diz.
Eu digo, importa.
Importa sim.
Temos outros tempos, somos de tempos diferentes
De lugares e sonhos diferentes
O sentir é igual
Mas isso não conta
O que conta é como,
É o quê.
Mesmo assim Garoto
Não te aflige,
Para você está guardado
Muito sentir,
Muito amor e muito sonho.
Logo alí
Ao dobrar a esquina surgirá
Linda menina
Trazendo para você felicidade plena
Realidade como a tua

E no teu tempo.

Comentários

Postagens mais visitadas