Bandonion solitário

Rua deserta

Fria madrugada

Num café

Ela chora

Não sabe,

Precisa abrir a porta

Para entrar o novo,

Desespero cegou o coração

Fechou os olhos

Botou medo

Na vida,

Silenciou o violão

Calou a voz

Comentários

Postagens mais visitadas