hoje o violão ficou no canto
meu amigo
foi embora.
cantava bossa nova
tinha uma alma boêmia
não acreditava em Deus
nem Virgem Maria
eu ,
bem pequena neste mundo
rogo algum anjo descuidado
que abrace ampare e
fique ligado,
chegando por lá um cantador
meio enfezado
querendo dizer um verso
abre a porta
mais um artista chegando no andar de cima.

( para Aurélio Bender)

Comentários

  1. Não conheci seu amigo, mas me emocione com o poema. Lindo! E com certeza você, com este poema, conduziu um anjo até ele. Beijão!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas