A cabeleira vermelha na sala escura
Clareou  a noite,
Os lábios encostando no bocal do sax
Ato de amor.
Atrás do aro preto do óculos
Um mundo novo em azul
A poesia aguardando os acordes,
Perfeita harmonia.
Derrama os sons onde entra  o lírico
Ode e música,
Nem um suspiro
O coração aos saltos,
Rajadas coloridas de jazz
Na poesia dos cristais.

Comentários

Postagens mais visitadas