Fêmina
Fêmea
Mulher
Menina,
Batizada sua suada
Desorientada encaixada
Perdeu o mando comando
Reluta no ardor,
Arde sentindo
Nega entrega
Disfarça brinca
Morde a língua ,
Fala no olhar
Ente consciente  fremente
Sem flores recebe teus orvalhos,
Tuas janelas café e cigarretes.

Comentários

Postagens mais visitadas