Dezembro,
o alento dos dias são as sombras
dos casarōes, lado a lado
em ruas de outros tempos.
Desalento são as vitrines,
vendendo ilusão, porcarias
com luzinhas made in China.
Dezembro,
o céu envia recados rosados
o amor ainda é o melhor presente.

Comentários

Postagens mais visitadas