Flamboyant em Porto Alegre

Depois de escrever a delicada beleza abaixo, Leila Silveira viu outro flamboyant, fotografou e comentou: "me encanta sem dizer nada". Será que é ela a poesia EM PESSOA, assim... passeando no verão de Porto Alegre, procurando gentilezas pra nos dar e ao povo e ao mundo, de Natal?

O Flamboyant, sozinho
no meio da praça,
tomava banho de chuva.
Uma cena de pura sedução
no fim da manhã,
o corpo moreno torneado
altivo sereno, molhado.
A cabeleira flamejante
de um ruivo inebriante,
era um flamboyant, apenas...

Comentários

Postagens mais visitadas