Hoje,
sou lua caiada
num céu escondido
pelas pinceladas
gris
de um outono
indeciso.

Comentários

  1. Belas pinceladas,poetinha!

    As folhas maduras deste outono estão povoando as tuas imaginárias linhas com a cor do vinho e o sabor de um cordeirinho. As letras quentinhas indicam o caminho da fornalha que o vento vai deixando limpo e, devagarinho, atiçando a língua para o verso aperitivo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas