Entre a estética solitária da cidade,
Bailava.
Desenhava passos nas ruas,
Amanhecidas.
Insana despiu a alma,
Madrugou na pele, a ausência
Da poesia.
Querendo ser Pagú
Deitou no asfalto,
Jazz como grafite,
Colorida arte urbana.


Abstrato de Paul Klee


Comentários

Postagens mais visitadas