Palavra que surge sem aviso
deslizando dos sentidos
não amacia a lembrança,
mes a mes, dia após dia.
Amanhece  anoitece 
pedindo para deitar nas tuas linhas
ser lida, comida, bebida,
alinhavar minha pele na tua,
refazer nosso roteiro
contar 
uma história divina.

Comentários

  1. _Palavra que surge sem aviso
    deslizando dos sentidos...Um belo momento vc escreve leve e suave, faz quem lê viajar na delicia do faz de conta, pra ti guria, minha conterrãnea poetiza vai bjos, bjos ebjosssssssssssss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas