Um fim sem fim...

Quando os murmúrios dos teus lamentos
encostam nos meus ouvidos
pedindo abraço conforto...

Quando as tuas dores imensas
daquele amor dourado
te sufoca e precisas abrir tuas comportas...
quando teu desejo grita, pedindo
pelo corpo, boca ,olhos... dela.

Eu sou tua amiga.
sufoco as lacerações
das tuas lembranças
dela, em mim.

Enquanto acolho
me corto em tiras
arranco minha pele
violento meu sentir.

Sou tua amiga.
Te amar é estar aqui,
chorando em silencio
a dor igual a tua...

Te ouço e tua voz também
faz lembrar outra voz...
Tormentos sem fim.

Comentários

  1. me dei de presente o perfume dela,
    para amar ele...

    sei bem o q é ser melhor amiga.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas