Quando um poeta
perambula pela noite,
busca almas insones
para desandar paixões
dores amores.

Quando um poeta
não encontra ninguém
continua andando
atrás da viola
para acordar as vontades
que a poesia chama.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas