E os dias passam voando,
disparam sem relógio,
o ponteiro enlouqueceu
não tem mais medida
o tempo parou.
Nascer de novo pra ver o sol,
aconchegar a alma 
beijar de leve
sorrir pro vento,
desejar saudades boas,
descobrir o conserto 
das coisas únicas,
que marcam a vida inteira.


Comentários

  1. Lindo verso Leila, o tempo parece voar por seu texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,que bom ter tua opinião por aqui. bjs

      Excluir
  2. Vengo del blog de HumorEnConto de Ana Cecilia Romeo y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me hago Seguidor de tan bello y Mágico Espacio, que es el Tuyo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou já olhar teu blog obrigada pelo carinho. abraços.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas