chama a camareira...

o chacoalhar das ondas me desarrumou a cama

envoltas em sedas cantando seus sonhos receitas de vida

misturas de amores, taças suores esperam

estrela cadente para alimentar suas vontades...

"e eu aqui vendo a noite cair apenas,

(diz ele de longe)

querendo despir-te ao marulho candente das ondas,

e mergulhar-me em ti como marujo de céu e mar."

Comentários

Postagens mais visitadas