Para um violino ausente

Melodia no ar
som do vento.

Violino na caixa
cordas paradas

Onde a mão do artista?

Em que praça
estará?
que cidade te
abriga?
Serão os ventos
iguais?


E teu sorriso
tua fé?
mudou tudo
mudou nada?

Escreva uma carta
Toca prá mim.

Me diz que ainda
acredita no teu
Deus.

Fala que tuas notas
são ainda de amor.
Que você
não se entregou.

Toca prá mim...

Comentários

  1. Muito bacana teu trabalho Leila, a minha mãe sem dúvida vai começar a seguir teu trabalho, parabéns; Infelizmente não consegui ir pra porto ver vocês, entretanto não faltaram oportunidades, fico no Brasil até fim de janeiro, como tinha comentado, sorte pra ti e pras gurias, sucesso.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas