Loucas furiosas
Se mexem dentro de mim
Assustam os sonhos
Pensamentos.
Cutucam
Abrem feridas.

A alegria de fora
É uma porta de entrada
Falsa
Nada tem do reverso
Interior.
Abismo.

Doidas são divas
Procurando velhos tronos
Espaços agora ocupados
Roupas rotas.

Outras imagens
Mostrando sempre
A miragem de ontem
O mural gasto
Antigo álbum
Desbotado.

Novas não gemem
Não exigem
Saem faceiras
As velhas gritam
Ameaçam.

Minhas palavras
São donas de mim
Tem vontade própria
Comandam.

Comentários

  1. Olá Leila, adorei seu blog. Bonito e Consistente. Vou segui-la. Abraço forte e Feliz Natal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas