Digo
eu vou.

E, vamos andar
catar estrelas
juntar ondas e a noite
podemos ouvir só o som dos astros tomar as estrelas como chá.

Enquanto o belo homem da praia diz:

- Faça a poesia com nacos de minha alma e beba o sol de mim
com as marés de mim
que desejo te inundem.

Comentários

  1. Belo! Sobre o mar, lembro-me da Cecília Meireles. Vc gosta dela?

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Diga sem figas... Andarilha
    Diga até sem palavras...
    Somente siga a beirar o mar
    A catar a alma por entre as estrelas

    Leila... É delicioso lê-la...

    ResponderExcluir
  3. obrigada !

    Graça! palavra é isso, Graça, um dom divino!

    que inspira e respira.

    cosa linda isso!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas