Leila, Leilinha, Leilá,



O destino a criou por desejo,
Para viver, com o sonho nordestino.
E na vida seca do sertanejo,
...Nascer como flor entre os espinhos...



Talvez um Cristo em forma de flor,
Colorindo a vida, na fornalha do sertão...
No solo rachado, desabrocha a dor,
Com a cor rubra da paixão...



Até se tornar fruto,
Num gesto impoluto,
Trazendo a vida e a semente,



Que cairá pela terra seca e ardente,
Germinando pelo suor do amor,
Até se transformar novamente em flor...
A flor do Mandacarú, a Rainha do Sertão!





Conceiçao De Maria Machado

http://www.facebook.com/profile.php?id=100000801879105#!/profile.php?id=1839551469


Comentários

  1. Conceição eu me lembro mto bem do dia em q o caboclo se revelará aos povos sem parecer imbróglio. Assim nada impróprio, mas saboreando o tempo do verbo presente na semente e na flor do mandacarú...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas