Abram as portas

destranquem os portões
estou de saída,
malas quase prontas
sem mapas
sigo pelo caminho
velho
conhecido
alegre.




Abram um sorriso
não vou mais chorar sózinha
em busca de um abraço ou olhar,
refazer meus passos
ter menos peso na alma.





Desta vez me apaixono
por quem esta disposto a ser feliz,
Eu Mesma.



Comentários

  1. Sempre voamos conforme nossas asas.


    Voa borboleta...voa
    saia aì pelo ar,
    a voar a voar
    não te esqueça de um dia
    de voltar...
    de voltar.

    ResponderExcluir
  2. esse sentimento vem sempre, só que nem sempre conseguimos, não é mesmo?

    um beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas