Poesia bobinha

a poesia que distrai tras ternura para
o menino que vai,
embala com sonhos o retorno,
a poesia tem asas
vai volta,
chora e, leva pelo mundo a fora
o amor que carregamos
desde menininhos
da calça curta ou trança de florzinha.

Comentários

Postagens mais visitadas