Dizia abertamente o que tanto escondia,
eram tantos claros abrindo fendas
nada escuro, escuso, escondido.
Aberto limpo na cara,
descarado mesmo só palavras,
tantas, bastavam as reticências
do incomum transparente,
sem pena nem alicerce cada uma,
pedra contra o vidro, estilhaçado,
bruscas verdades descoloridas
cuspidas em frente ao vento,
beijadas com batom vermelho
sangradas na face  surpreendida

Comentários

Postagens mais visitadas